Wine — Programas do Windows no Linux

Um dos projetos mais ousados do Linux é o WINE (Wine Is Not an Emulator).

O Wine propõe que alguns programas que foram feitos para Windows rodarem no Linux, Mac OS X e FreeBSD.

Cada vez fica mais fácil rodar um programa Windows no Linux/Mac OS X/FreeBSD. Vejam, por exemplo, este Microsoft Internet Explorer 6 rodando no meu Ubuntu:

internetexplorernolinux

O que o Wine faz? Como o próprio nome do Wine diz: WIne Não é um Emulador. A única coisa que ele faz é traduzir uma linguagem Windows para uma que o Linux entenda. Assim, você roda um programa como se ele fosse feito para Linux e não para Windows.

Mas o projeto está em fase de “aperfeiçoamento” e nem tudo roda nele PERFEITAMENTE. Rodo Flash 8 aqui sem problemas, mas o erro está na hora de digitar. Fica muito lento. É algo que não agrada.

Caso queira ficar permanentemente com o Linux e não querer usar o Windows para nada, Wine é uma boa escolha.

“Ramificações” do Wine são: CrossOver e Cedega. Eles têm o mesmo propósito, mas o único problema é que são pagos. Mas são até bons, pois rodam algumas coisas que o Wine não rodaria.

Atualmente, o Wine se encontra na versão 1.1.19, podendo ser baixado no site: http://www.winehq.org/.

Ou, caso queira instalá-lo no seu Linux (caso seja ele o Ubuntu), digite isso no terminal:

sudo su — para entrar como administrador.

sudo apt-get update e depois que ele fizer um update, digite: sudo apt-get install wine.

Fácil, né? Mas caso você brigue com o Terminal, vá no site e baixe um pacote de acordo com sua distribuição.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s