Espiando o Ubuntu 10.04 LTS Beta 1!


Bom, como um grande fã do Ubuntu, eu venho aqui mostrar aos curiosos como o grandioso Ubuntu 10.04 LTS (Long Term Support — Suporte A Longo Prazo, ou seja, um prazo de suporte maior do que as versões convencionais) está evoluindo. Começando com o Beta 1, porque é nos Betas que as coisas começam a tomar corpo não é? Pois é, e já estou notando boa parte das mudanças nisso tudo!

Como vocês devem saber, Mark Shuttleworth, o criador do Ubuntu deixou o cargo de CEO da Canonical (O Chefão!) para trabalhar diretamente no Ubuntu! E já dá pra ver que o Ubuntu evoluiu pra caramba! Para começar o Logo do Ubuntu mudou:

Lindão 8D

Bem, agora vamos ao início do sistema:

Eu instalei o sistema numa máquina virtual (O VMWARE) e testei. A Inicialização ainda não é assim… Bom, basicamente é, a única coisa que muda é que o logo do Ubuntu ainda não está ali, é só um escrito Ubuntu 10.04 com aquele aspecto de sistema antigo.

Agora vejam o Sistema em si:

Não é grande coisa… Nada pra falar: OOOH que visual liiiindo!! Mas agora vejam as mudanças nas janelas!

Então, perceberam os botões Fechar/Minimizar/Maximizar na esquerda? É, amigos! O Ubuntu 10.04 começa a aparecer no Beta 1! Esperem para ver a versão final! 8D

Anúncios

Baixando Vídeos No Youtube (Métodos)


Vou lhes ensinar vários métodos de baixar vídeos no youtube aqui! Eu descobri ainda hoje porque precisei, e não são métodos difíceis! Cada um fácil!

Download Helper

Se você usa o Firefox como navegador, tenho uma ótima notícia para você! O Firefox tem vários “youtube video downloaders” que vão facilitar sua vida! Um deles é o Download Helper. Mas você pode se perguntar: “Como eu consigo o Download Helper?” É muito simples! Abra o Firefox, vá em Ferramentas > Complementos. Na janelinha que se abrir vá na guia ADICIONAR e no campo de pesquisa digite downloadhelper e mande procurar. Agora é só instalar um que tenha o símbolo assim:

Agora, toda vez que for baixar um vídeo no youtube, deixe-o carregar por inteiro e clique no ícone do Download helper, que estará do lado esquerdo do nome do vídeo no Youtube. Agora é só clicar em Download e pronto.

/tmp

Se você não usa o Firefox como navegador, não tem problema, só acesse a página do vídeo que quer baixar, deixe-o carregar e acesse /tmp no seu navegador de arquivos. Seu vídeo provavelmente estará com o nome de Flash*algumacoisa*… Agora é só copiar e colar o vídeo aonde quiser que ele vai ficar no seu PC! Não se esqueça de que se você fechar a aba ou a janela do navegador, não terá jeito de você pegar o vídeo!

Valewz!

Afinal, o que é KDE, GNOME, XFCE, LXDE?


Alguns novatos podem se perguntar: “O que diabos é KDE/GNOME/XFCE/FluxBox/OpenBox/WindowMaker/…?” Aí obtém como resposta: “É uma interface gráfica.”

Bom, antes, vamos dizer que quase todos os sistemas operacionais (nem todos, só os que tem visuais né?) tem interface gráfica. O Windows XP tem uma interface gráfica, mas quase nunca ouvimos falar dela porque “é menos importante”. Chama-se Luna. Interface gráfica é tudo aquilo que controla o visual do seu sistema operacional (me corrijam se eu estiver errado). Sem ela, acho que seu sistema seria uma tela preta tendo que digitar comandos.

GNOME, KDE, XFCE, LXDE, FluxBox, OpenBox e afins são interfaces gráficas. Vou falar das mais conhecidas e mais usadas:

GNOME: é escrito com base em GTK+. GTK+ é toolkit multiplataforma para criação de interfaces gráficas, originalmente desenvolvido para o GIMP. (Fonte: Wikipédia) É lançada uma nova versão a cada 6 meses. (o mesmo ciclo do Ubuntu, porém, o GNOME lança uma versão um mês antes do Ubuntu. Ou seja, se o Ubuntu 10.04 vai lançar em Abril, a versão 2.30 do GNOME é lançada em Março.)

KDE: escrita com base em QT. QT é um sistema multiplataforma para o desenvolvimento de programas de interface gráfica. Por isso tem um visual estrondosamente diferente do GNOME, e é bem estiloso.

XFCE: escrito também com base em GTK+! É uma interface muito leve mesmo, rodando em PCs com 192 MB de RAM. Lembra o GNOME, mas é mais leve.

LXDE: Também escrita em GTK+. Mas é muito mais leve que o XFCE. É feito para rodar em PCs antigos também.

FluxBox: Escrita em C++ (não sei se é baseada em GTK+ ou QT) e é bastante leve. Ela é leve o bastante para rodar em um 486DX com 16 MB de memória RAM.

OpenBox: Escrito em C. Projetado para ser leve e rápido.

//Qualquer coisa que queiram incrementar nesse texto é só comentar!//