LibreOffice vs OpenOffice.org

Muitos podem achar que esses dois programas são a mesma coisa, mas realmente não são.

LibreOffice e OpenOffice.org cumprem as mesmas funções, são muito parecidos, mas têm diferenças entre si.

Se você está boiando no assunto, deixa que eu te explico:

OpenOffice.org é uma suíte de escritório composta por Writer, Math, Impress, Calc, Draw e Base. É um programa de código aberto desenvolvido originalmente pela Sun Microsystems, a mesma do Java. O OpenOffice.org cumpre basicamente as mesmas funções do Microsoft Office (Writer = Word, Impress = PowerPoint, Calc = Excel), inclusive é 99,9% compatível com os documentos do Microsoft Office (podem ter alguns erros de formatação, mas ele lê!).

E onde entra o LibreOffice nessa história? Bom, é o seguinte, a Sun Microsystems foi comprada por uma empresa chamada ORACLE, então, todos os produtos da Sun passaram pra ORACLE. A Sun desenvolvia diversos projetos: Java, Solaris (Sistema Operacional), OpenSolaris (Sistema Operacional de código aberto), OpenOffice.org, NetBeans, entre outros.

Porém, a ORACLE foi logo mostrando que não era muito amiga do software livre e lançou duas bombas nesse mundo:

  • Disse que ia descontinuar o OpenSolaris. A comunidade se revoltou e criou o OpenIndiana, com base no OpenSolaris.
  • Disse que ia continuar com a suíte de escritórios paga: StarOffice (que deu origem ao OpenOffice.org) e que ia mexer muito pouco no OpenOffice. Era um perigo que o OpenOffice.org morresse…

Isso tudo causou medo nos adeptos do OpenOffice! Afinal, é uma das melhores suítes gratuitas de escritório que temos!

O que a comunidade fez então? Pegou o código fonte do OpenOffice.org (afinal, é código livre!) e criaram o LibreOffice.

LibreOffice é um projeto criado por ex-funcionários da Sun Microsystems, que não querem que o OpenOffice.org tenha um fim logo. É uma garantia de que o projeto não morra.

Então os desenvolvedores mexeram no código do programa, removeram diversas linhas inúteis de código (pelo o que eu vi foram mais de 3.000 linhas inúteis removidas) e adicionaram diversas.

Eu percebi algumas diferenças quando comparei o OpenOffice 3.3 e o LibreOffice 3.3. Mínimas, mas que pra mim fazem a diferença.

  • No OpenOffice é quase impossível remover hiperlinks de um texto no Writer. Para trechos copiados e colados no Writer que possuem hiperlink era preciso reescrever a palavra para removê-lo. Não adianta alterar a cor, nem retirar o sublinhado. No LibreOffice é só selecionar a palavra apertar com o botão direito e ir em Remover Hiperlink.
  • No LibreOffice Impress as palavras se autoajustam na caixa de texto, assim como no PowerPoint. Se você põe um texto com tamanho 32 e ele fica grande demais na caixa de texto, o LibreOffice diminui a letra, mas não altera o “tamanho 32” que você pôs.
  • O LO está muito mais compatível com documentos do Microsoft Office.
  • E muito mais…

Tem mais diferenças que você achou? Comente!

Uma versão brasileira do Libre Office está disponível (antes era versão brasileira do OpenOffice.org), é o BrOffice!

O programa novo é bom e confiável, pois é desenvolvido pela “The Document Foundation”, uma Fundação livre que não vai fazer com que o produto tenha riscos de se tornar pago.

Para ver qualquer um dos dois:

www.openoffice.org

www.libreoffice.org

www.broffice.org

4 comentários sobre “LibreOffice vs OpenOffice.org

  1. Pingback: Ferramentas de produção no Linux « Livre Linux

  2. Não faz sentido, então, adotar o openoffice como preferência de suíte office, se ele ainda mantem resquícios jurídicos que o coloca a um passo (para trás, claro) de se transformar num software proprietário. Aliás, se não fosse por ser opensource, talvez viraria uma EULA.

  3. Achei muito pouco detalhado, talvez devesse ser escrito por profissionais. Alguém que use macros, que programe em python no Calc, ou que crie formulários no Base. Acho que a diferença aparecerá para os desenvolvedores de conteúdo, Web, livros de matemática, design com o Draw.

    Mas vi também que quando você escreveu, tinha acabado de ser revelado essas notícias sobre o OpenOffice. Já é hora de um novo artigo.

  4. Esse esclarecimento foi escrito em 2011 , portanto, está bastante defasado. E além do mais, a história não está bem contada. O que aconteceu foi que alguns desenvolvedores que eram ligados ao OpenOffice não ficaram satisfeitos com a venda do mesmo à Oracle (junto com outros produtos como o Java) e criaram uma Fundação (The Document Foundation), copiaram o código porque era livre e lançaram um clone do OO. MAS ISSO SÓ FOI FEITO PORQUE OS REFERIDOS DESENVOLVEDORES PEDIRAM PARA A ORACLE A DOAÇÃO DOS ATIVOS DO OPENOFFICE E A ORACLE AO INVÉS DE DOAR PARA ELES, DOOU PARA A APACHE. ELES FICARAM PUTO DA VIDA E COMEÇARAM A “GUERRA COM O OPENOFFICE” QUE DESDE 01 DE JUNHO DE 2011 PERTENCE À FUNDAÇÃO APACHE, UMA FUNDAÇÃO DE SOFTWARE LIVRE MUITAS VEZES MAIS CONCEITUADA E DE MAIS CONFIANÇA – PELOS PRODUTOS QUE TEM NO MERCADO – QUE A DITA FUNDAÇÃO QUE FOI CRIADA COM O INTUITO QUE FAZER GUERRA COM A SUITE ORIGINAL. Infelizmente as distribuições GNU/Linux começaram em massa a empacotar o LibreOffice ao Invés do OpenOffice. Mas garanto a todos que que trabalha com planilhas de cálculo complexas, o OpenOffice é muitíssimo mais confiável. Já cheguei a instalar o libre office para testar e varias fórmulas não funcionam ou contém erros. Não recomendo o LO sob hipótese alguma.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s